segunda-feira, 8 de abril de 2013

SPFW coleciona polêmicas, mas antecipa verão bem-comportado

Edição teve cabelos de palha de aço e modelos substituídas por marionetes

Rabo-de-cavalo, maquiagem discreta, alfaiataria e poucas cores. A edição da SPFW que terminou na sexta-feira (22) mostrou que o próximo verão será discreto, sutil e minimalista.

Na Têca, as modelos desfilaram peças longas, com corte geométrico e solto. Nada justo e que marcasse a silhueta. Os decotes apareceram no busto e nas costas, mas sempre com pernas cobertas e curvas pouco delineadas.

Na cartela de cores, muito branco, preto e azul, assim como na passarela de R. Rosner, Colcci, Uma e Cori. Com poucas exceções, como Osklen, as marcas usaram cores neutras e tons pasteis em peças predominantemente lisas e looks monocromáticos.




Nas estampas, poucos contrastes e padronagem minimalista. Em vez de cores e formas, as marcas brincaram com texturas, transparências e recortes.



O que deve permanecer em alta no verão 2014 é a cintura peplum, os conjuntos, a inspiração anos 90 das camisas amarradas e da alfaiataria em geral, as transparências com sobreposição e a assimetria. Decotes de um ombro só marcaram presença.

Marcas deram o que falar

Mesmo com toda a discrição apresentada nas passarelas, algumas marcas chamaram atenção com escolhas polêmicas. Fause Haten decidiu abrir mão do casting de modelos e exibir seus vestidos em marionetes de tamanho real que homenageavam pessoas importantes para o estilista.

Já Ronaldo Fraga, famoso pelos desfiles lúdicos e de apelo emocional, criou um mal-estar com defensores e representantes de movimentos pelos direitos de afro-descendentes. Com produção do maquiador e cabeleireiro Marcos Costa, as modelos de Ronaldo desfilaram com “cabelos” feitos de esponja de aço, representando a beleza negra.







Embora o estilista tenha explicado nas redes sociais que quis fazer uma crítica ao racismo, muita gente achou que pegou mal e usou Facebook e Twitter para pedir uma retratação.

Beleza do verão

Já na maquiagem, nada de olhão preto esfumado e cabelo com ondas e volume. A “delegata” Helô de Salve Jorge, definitivamente, não será o ícone de beleza do verão 2014, que virá marcado pelos penteados escovados, laqueados e com todos os fios de cabelo no devido lugar. Acquastudio, Animale, Osklen, Têca e tantas outras marcas apostaram no rabo de cavalo baixo, ora penteado para trás, ora com riscas lateral e central, com muito fixador e aspecto molhado.

Na Têca, o maquiador Silvio Giorgio chegou a usar spray Moroccanoil para finalizar os penteados, deixando-os com aspecto úmido e hidratado.
Aliás, a hidratação é a grande estrela das produções do verão 2014. Para maquiadores como Silvio e Henrique Martins, responsável pela beleza de Juliana Jabour, a base vai ficar guardada para as superproduções. A aposta é uma pele hidratada, com blush sem cor e um leve brilho nas maçãs, e no máximo um corretivo nas imperfeições.

Nos bastidores do desfile de Samuel Cirnansck, Celso Kamura garantiu que a moda tem lugar para todos, até para as mulheres que preferem um visual dark. Mas, nas passarelas, só a Cavalera apostou na boca preta. Juliana Jabour mostrou o vermelho vinil, e as outras marcas deram preferência a batons mais próximos do nude.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por;